Quais os principais estágios de peyronie?

Quais os principais estágios de peyronie?

Saber quais são os estágios de Peyronie é essencial para qualquer homem. Existe uma certeza resistência entre o público-masculino quando o assunto é saúde, principalmente sexual. E por conta disso, boa parte das doenças só identificadas em níveis avançados.

A Doença de Peyronie é caracterizada pela curvatura peniana. Geralmente ela surge após os 40 anos de idade, e pode ser uma consequência de outros distúrbios.

Para saber quais são os estágios dessa doença e como saber se você tem esse problema, continue lendo esse post até o final. Confira!!!

Quais os estágios de Peyronie?

Basicamente existem dois estágios de Peyronie, e nós vamos falar um pouco deles abaixo:

  • Estágio 1 – Inflamatório

Essa fase é identificada pela curvatura progressiva do pênis. Além disso, o paciente também pode vir a ter dores durante as relações sexuais e em ereções.

Outro sinal muito comum desse estágio do distúrbio é a formação de nódulos ou placas sob a pele. E elas podem ser ou não palpáveis.

Nessa fase, apesar das dores, a doença não está tão avançada e por conta disso pode ser tratada por medicamentos, tais como: anti-inflamatórios e analgésicos. Mas dependendo do nível de curvatura, o especialista também pode recomendar um procedimento cirúrgico.

Importante ressaltar que nesse estágio, as chances de recuperação do tamanho e função total do pênis são maiores. Por conta disso é tão importante o diagnóstico precoce. Quanto antes o tratamento começar, melhores são as chances de cura.

  • Estágio 2: Fibrose ou cicatrização

O segundo dos estágios de Peyronie é o de fibrose ou cicatrização. Nessa fase, uma placa já foi totalmente formada, causando assim uma deformidade totalmente estável e definida no pênis.

Por conta disso, os tratamentos apenas com medicamentos não são eficientes. Isso porque o objetivo deles é justamente impedir o crescimento da placa ou nódulo, e como aqui já um estágio estável, eles não surtem efeito.

Nesse caso, o tecido da fibrose se instalou na chamada região distal do pênis. E com isso causou a curvatura para os lados, para baixo ou para cima, geralmente maior de 30 graus.

E com isso, toda a vida sexual do paciente é prejudicada. Ele pode ter dificuldades em manter ereções, e as relações sexuais são diretamente afetadas.

Por conta disso, nesse estágio a solução indicada é a cirurgia. A técnica vai depender tanto do quadro do paciente como da especialidade do médico. Em alguns casos é possível recuperar o tamanho do órgão sexual masculino. Já em outros é necessário a colocação de próteses.

Como saber se você tem a doença?

Para saber da existência da doença, bem como em qual dos estágios de Peyronie ela se encontra, é necessário observar os sintomas. Entre eles estão dores, dificuldades de ereção e surgimento de pequenos nódulos e placas embaixo da pele.

Assim que o paciente identificar qualquer um dos sinais ele deve procurar imediatamente um urologista. O médico irá realizar uma série de exames, incluindo uma avaliação das taxas hormonais, para identificar se o paciente tem ou não o distúrbio.

Em seguida, ele irá verificar em qual dos estágios de Peyronie o homem se encontra. E depois disso, irá indicar o tratamento mais adequado. Agende uma consulta no Instituto Peyronie!

Leia Mais

Ondas de Choque para Disfunção Masculina e Curvatura de Peyronie. Recuperação Sem Injeções, Sem Cirurgia.

Doença de Peyronie. O que é e Porque Aparece.

DOENÇA DE PEYRONIE E A DISFUNÇÃO ERÉTIL ESTÃO ASSOCIADAS?

Tratamento Clínico da Doença de Peyronie

8 Causas Reversíveis de Impotência Sexual

Remédios Naturais e Comerciais para Impotência Sexual

Tem dificuldade de ereção? Pode ser um alerta de doença cardíaca

Peyronie e Impacto na Função Psicossocial

Peyronie tratamento caseiro: funciona?

Veja Mais Artigos >>