O que é curvatura congênita?

O que é curvatura congênita?

A saúde do pênis é um tabu para muitos homens. Contudo, esse é um cenário que precisa mudar já que vários distúrbios podem comprometer o funcionamento do órgão reprodutor masculino. Um problema muito recorrente entre os brasileiros é a curvatura congênita.

Basicamente, é quando o pênis fica torto durante a ereção. Isso ocorre porque um dos lados do membro tem mais elasticidade ou é maior.

Geralmente esse tipo de transtorno é identificado ainda durante a puberdade. Mas, justamente pelo tabu em torno da saúde masculina, muitos só procuram ajuda durante a vida adulta.

Com isso, o homem acaba tende problemas no desempenho sexual. Consequentemente, também pode afetar a autoestima e desencadear outros problemas emocionais. Confira mais detalhes abaixo!

Sinais da curvatura congênita

O pênis pode ser curvado para a esquerda, direita, para cima ou até para baixo. E em alguns casos, há uma combinação entre esses tipos.

A curvatura pode ser de diferentes graus, mas aqueles acima de 30 são os mais preocupantes. Por isso é importante procurar um médico nos primeiros sinais de curvatura congênita. Entre outros sinais desse transtorno estão:

  • Dificuldade de penetração;
  • Dores na penetração;
  • A parceira tem desconforto;
  • Sensibilidade na glande;

É importante buscar auxílio médico o quanto antes, pois, não tratar do distúrbio pode gerar consequências graves. Muitos homens acabam se isolando, evitando relacionamentos íntimos e até mesmo tendo dificuldades para manter ereções.

Quando a curvatura congênita é descoberta ainda no começo, a gama de tratamentos é muito maior. É através desse diagnóstico precoce que é possível evitar distúrbios mais sérios, como a doença de Peyronie.

Cabe ao homem parar sua rotina algumas vezes para verificar a saúde do seu órgão. E caso veja ou sinta qualquer coisa diferente, procurar um médico.

O especialista fará todos os exames necessários para ter certeza se é realmente um caso de curvatura congênita, e assim indicar o tratamento mais adequado.

Quais os tratamentos para a curvatura congênita?

Apesar de ser um transtorno que pode assustar os homens, é preciso deixar claro que a curvatura congênita possui tratamento. A correção é feita através de um procedimento cirúrgico que é totalmente seguro.

Ele utiliza técnicas relativamente simples que usam princípios geométricos. Dessa forma, além de fazer que o pênis fique reto, é possível alongar o lado curto e assim aumentar o tamanho do pênis.

Além disso, o cirurgião sempre irá respeitar os limites do membro do paciente. Antes de a realização do procedimento o especialista irá avaliar o tamanho dos vasos, nervos e uretra.

Com base nisso ele irá verificar qual será o alongamento e até que ponto é possível maximizar o tamanho do membro. Assim é possível garantir um resultado esteticamente melhor e funcional. O paciente não corre o risco de perder as funções do órgão.

Agora que você já sabe como identificar a curvatura congênita, e quais as consequências de não tratar esse tipo de distúrbio, não deixe de procurar um médico a qualquer sinal. Quanto antes você ter um diagnóstico, mais fácil será tratar do transtorno.

Veja Mais Artigos >>