Pênis diminuindo: como sei que perdi tamanho?

Pênis diminuindo: como sei que perdi tamanho?

Pênis diminuindo ou apenas impressão? É realmente possível que esteja acontecendo e como sei que perdi tamanho? Essas são apenas algumas das perguntas feitas por homens que notaram alterações nas medidas do membro.

E, embora pareça preocupante, para todas as causas, há cuidados que podem ser tomados e tratamentos possíveis para reverter e solucionar os problemas. Se você notou recentemente que há algo diferente, esse conteúdo é foi feito para você.

Acompanhe e descubra mais a respeito!

Pênis diminuindo, como saber?

Simples: observando. O primeiro passo para saber se o pênis está realmente diminuindo é através de uma boa observação, que deve ser feita de pé, com o membro ereto. Meça para realizar comparações periódicas utilizando sempre a mesma referência.

Se for uma régua, repita o processo da mesma forma nas semanas seguintes, é possível utilizar também os dedos ou a mão. O importante é ter um meio referencial para realizar as comparações.

Uma vez que é preciso do rígido para realizar a mensuração, caso esteja tendo dificuldades, procure um especialista. Ele poderá até mesmo solicitar um ultrassom capaz de avaliar as estruturas, fluxo sanguíneo e quaisquer outros problemas que possam estar dificultando a ereção e provocando a redução do tamanho peniano.

Por que estou com o pênis diminuindo?

É outra dúvida comum a homens que notaram redução nas proporções do membro. Para essa pergunta não há apenas uma resposta, mas várias, entre elas, está a ausência de ereção involuntária, tratamentos para disfunção erétil, cirurgias pélvicas para câncer ou a diabetes de longa data. Saiba mais:

1) Ausência de ereção involuntária

A ereção involuntária, noturna e matinal, é natural e saudável. Ela oxigena o pênis e a sua ausência pode provocar o surgimento de fibroses ou piora de uma disfunção erétil já instalada. As causas para a ausência da ereção involuntária são também variadas: ala pode estar relacionada à transtornos psicoemocionais ou à disfunção erétil. Essa é a primeira resposta para a pergunta do “por que estou com o pênis diminuindo?”.

O mais indicado nesses casos é agendar uma consulta com um médico especializado em tratamentos para a disfunção, para que seja indicado posteriormente e caso haja necessidade, há um cirurgião.

2) Tratamentos para disfunção erétil

Outro fator que pode causar a diminuição do pênis é o próprio tratamento para a disfunção erétil. Mas Injeções  que estimulam a ereção possuem efeitos colaterais que podem deixar marcas e evoluir para uma fibrose.

E esse caso é  mais sério, pois,  pode surgir área de irregularidade no membro e elevar a curvatura, exigindo correções cirúrgicas.

3) A diabetes e problemas cardiovasculares

A diabetes eleva o açúcar no sangue, causando danos a vasos e nervos que podem evoluir para problemas de ereção, onde voltamos ao primeiro caso: o pênis precisa de oxigenação ou formará fibroses. E são essas fibroses que levam à diminuição. Mas existem também outros mecanismos mais complexo que podem piorar essa questão como morte celular acelerada e alterações no metabolismo do colágeno.

De forma semelhante, a arteriosclerose reduz o fluxo sanguíneo no pênis, levando à disfunção erétil, que explica o pênis diminuindo da pela ausência de circulação adequada. Quando se consegue uma ereção plena, contudo, não se nota diminuição do tamanho, fato somente notado com o pênis flácido.

4) Câncer de próstata

Os procedimentos utilizados para o tratamento contra o câncer na próstata tais como a radioterapia,  a cirurgia peniana, podem provocar efeitos colaterais, afetar a ereção e levar à redução do pênis. Estima-se que após uma cirurgia pélvica para câncer de próstata o pênis possa perder 1cm.

Qual a solução do pênis diminuindo?

A avaliação do especialista é a melhor conduta, com medidas conservadoras como uso de medicamentos, ondas de choque e exercícios na primeira linha. A prótese peniana, como opção avançada, pode ser a  solução para homens com redução peniana, desde que a reconstrução dos tecidos para recuperação de tamanho e/ou espessura seja possível.

Por isso, se notou o pênis diminuindo, agende uma avaliação, identifique as causas e encontre a melhor solução para o seu caso.

 

Leia Mais

Ondas de Choque para Disfunção Masculina e Curvatura de Peyronie. Recuperação Sem Injeções, Sem Cirurgia.

Doença de Peyronie. O que é e Porque Aparece.

Como escolher a prótese peniana? Tudo o que é preciso saber aqui.

Tratamento Clínico da Doença de Peyronie

Veja Mais Artigos >>